O que é Terapia Ocupacional?

Poucas pessoas conhecem a Terapia Ocupacional e, principalmente, o que nós terapeutas ocupacionais fazemos. Dias atrás, olhando as frases pelas quais as pessoas encontram este blog, me dei conta que muita gente chega aqui tentando saber o que é essa profissão.

Por isso, resolvi postar uma entrevista que dei à Katherine Kardos, aluna do Colégio Stockler, sobre a Terapia Ocupacional.

Terapia Ocupacional é uma carreira “moderna”, que poucos sabem realmente do que se trata. Você poderia nos dar exemplos de como é o trabalho de um terapeuta ocupacional?

No mundo, a Terapia Ocupacional nasceu na Primeira Guerra Mundial. No Brasil, o primeiro curso foi criado na Faculdade de Medicina da USP, há mais ou menos 50 anos.

Aprendi a dizer que o terapeuta ocupacional é o médico das atividades. Nós reabilitamos as pessoas para as atividades que elas deixaram de fazer devido a algum problema. Esse “problema” pode vir de diversos motivos, como físicos (derrame, amputação, tetraplegia), psiquiátricos (esquizofrenia, depressão), mentais (Síndrome de Down, autismo), geriátricos (Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson) e sociais (ex-presidiários, moradores de rua).

Nós avaliamos quais atividades do cotidiano a pessoa não está conseguindo fazer e o porquê disso. Depois a reabilitamos para essa atividade, para que ela possa voltar a fazê-la proporcionando assim melhor qualidade de vida a essa pessoa.

Um exemplo do trabalho do terapeuta ocupacional é com pessoas que sofreram um acidente e ficaram paraplégicas. Num caso desses é o terapeuta ocupacional quem prescreve e faz as adaptações da cadeira de rodas – toda cadeira de rodas tem medidas individuais, pois caso contrário pode machucar o corpo -, quem ensina a pessoa a usá-la e quem faz o fortalecimento dos braços.

Além disso, fazemos a organização e as adaptações do domicílio para facilitar o trânsito dessa pessoa, e as medidas preventivas para impedir o aparecimento de deformidades nos braços fazendo exercícios e confeccionando órteses (aparelhos confeccionados sob medida para posicionar partes do corpo).

Tudo isso é feito para que essa pessoa possa retomar suas atividades e voltar a viver em sociedade, indo à escola, trabalhando, namorando, fazendo compras e fazendo sua higiene sozinha.

O que a motivou a escolher essa profissão?

Sempre quis trabalhar na área da saúde, mas até descobrir a Terapia Ocupacional não sabia muito bem qual profissão escolher.

Após muitas dúvidas, resolvi fazer psicologia, mas eu ainda não estava satisfeita. Eu queria algo que, além de trabalhar com a subjetividade humana, também pudesse lidar com questões físicas, como quando alguém fica paraplégico, precisa usar muletas ou cadeira de rodas, tem tendinite ou sofre uma amputação.

Nas vésperas da inscrição para o vestibular, lendo o Guia do Estudante, descobri a Terapia Ocupacional. Foi amor à primeira vista.

 

Você já enfrentou algum desafio na sua vida profissional?

Sim. Para mim o dia-a-dia da profissão por si só já é um grande desafio. Todos os dias, enquanto estou atendendo, percebo que quando trabalhamos com saúde é preciso estudar sempre, pois estamos lidando com vidas. Se eu fizer algo errado posso atrasar todo o processo de reabilitação e com isso prejudicar a vida do meu paciente.

É comum as grandes universidades terem esse curso?

Sim. A maioria das faculdades que oferecem o curso de Terapia Ocupacional pertence a grandes universidades, como a USP, a UFSCar, a UNESP, a UNIFESP, a UEPA, a UFPE, a UFPR e a UFMG. As pequenas faculdades não possuem infra-estrutura para oferecer esse curso.

Algumas pessoas desacreditam em trabalho terapêuticos, principalmente em relação à análise. Já ocorreu de você sofrer algum tipo de preconceito com relação à isso? Digo, é comum escutar das pessoas que você não vai resolver nada?

Já sofri preconceito, sim. Muitas pessoas não sabem o que o terapeuta ocupacional faz, por isso não conhecem a importância do trabalho. É comum ouvirmos falar que o terapeuta ocupacional ocupa as pessoas e que dá jogos, crochê e outros trabalhos manuais para passar o tempo. O pior é quando associam a profissão àquela frase “mente vazia, oficina do diabo”.

Quando eu escuto isso não fico chateada, não. Apenas explico para a pessoa o que o terapeuta ocupacional faz, e pronto. Como o trabalho do terapeuta ocupacional é importante, uma hora ou outra as pessoas vão precisar dele, seja para elas mesmas ou para algum familiar.

Particularmente, logo que penso em Terapia Ocupacional penso em ocupação, tais coisas têm realmente a ver?

A maioria das pessoas associa minha profissão à ocupação, e tem um pouco a ver, sim. A Terapia Ocupacional sempre trabalha com atividades, somos profissionais especializados em analisá-las e indicá-las, por isso a associação. Porém, o nome da profissão é ingrato, passa a idéia de terapia por qualquer tipo de ocupação, exatamente o que a frase “mente vazia, oficina do diabo” tenta transmitir.

Quando indicamos uma atividade não queremos que a pessoa passe o tempo. Para isso, não é preciso ter ensino superior, fazer especializações e ter um Conselho Federal para regulamentar a profissão. O profissional que ajuda as pessoas a passar o tempo é o recreacionista.

O objetivo da atividade escolhida pelo terapeuta ocupacional serve para reabilitar. Sempre que escolhemos uma atividade levamos em conta várias características singulares do nosso paciente, como idade, preferências, experiências e profissão.

Na semana passada, joguei dominó com uma paciente. Se uma pessoa que não conhece a profissão vê essa cena, logo pensa que estou apenas brincando com ela, como qualquer outra pessoa faria.

Contudo, essa paciente tinha 96 anos, estava internada havia três semanas no hospital devido a uma infecção e tinha demência. Ao jogar com ela, meus objetivos eram estimulá-la cognitivamente – já que longos períodos de internação contribuem para o quadro de confusão mental no idoso – e tentar frear o progresso da demência. O dominó também ajudava a movimentar seus dedos, fortalecendo-os. Assim, quando voltasse para casa, sua mão estaria em perfeito funcionamento e ela poderia comer sozinha.

Com esse exemplo fica fácil entender como um atendimento de Terapia Ocupacional pode ser confundido com recreação.

Para saber onde fazer o curso de Terapia Ocupacional clique aqui

275 respostas para “O que é Terapia Ocupacional?”

  1. adriana diz:

    Oi Marian asofriuum avc há mais ou menos 1 ano fiquei com o lado esquerdo paaaraliado falo fisioterapia mas o movimento do meu braço e mão não voltou ainda a minha perna voltou mas ando com dificuldade inadanão fiz TO Agora q vou começar Nnunca tinha visto falar soibre TO ,TEM BOM RESULTADO ME LIGUE PARA ME AOUOUJUDAR COM PALAVRAS POIS ESTOU PERDENDO AS ESPERNÇASMEU CELULAR 01691976811

    Responder

  2. adriana diz:

    Mariana sofri um avc há quse um ano perdi o movimeno do braço esquerdo;da maão e ando com muita dificuldade estou fazendo fisioterapia mas ainda não voltou o meu braço e como disse ano com muita dificuldade agora q o medico me pediu para fazer TO mas não entendo oqq é TO VAI ME ajudar a voltar meu movimento por favor me escreva ou me liue meu celular 016 91976811 ou 01631255969 estou dessesperad a e tambjáem não consequi me aponsentar mas se eu conseguir meus mivimentos de volta já está bom por demais pois depender dos outros não é fácil muita humilhaçao eu passo se puder me ajadar de alguma forma mesmo com palavrasse se puder me ligar por favor estou quase me suicidano por isso peço que me ligue é muito importante pars mimm.ObrigadAa

    Responder

  3. ANA PAULA diz:

    Olá tenho uma filha de 5 anos que possui atraso no desenvolvimento cognitivo, linguagem e precisa de terapia ocupacional. Moro na zona Oeste em Osasco bem próximo da Lapa, alguém teria uma indicação?

    Responder

  4. carol diz:

    Eu me tratrei muito tempo com fisio e to estudei informática e hoje descobri que quero ser uma terapeuta ocupacional sera que vou sofrer preconceito pela minha deficiência . Caroline tenho 20 anos me ajude .. por favor aguardo

    Responder

  5. carol diz:

    Eu me tratrei muito tempo com fisio e to estudei informática e hoje descobri que quero ser uma terapeuta ocupacional sera que vou sofrer preconceito pela minha deficiência . Caroline tenho 20 anos me ajude ..

    Responder

  6. AnaCristina diz:

    Olá, Mariana
    Conheci essa profissão num curso de cuidador de idosos. Depois fui cuidar de uma idosa com Alzheimer e sempre faziamos
    alguma atividade. A filha da idosa q é psicóloga me disse q eu deveria cursar T.O,mas meu desejo sempre foi fazer psicologia. À partir daquele dia fiquei dividida. Acontece q aqui no Rio de Janeiro só tem duas faculdades com este curso.Lendo sua entrevista me veio a convicçao de q esta é a carreira certa pra mim. Agora cuido da minha mãe e ñ tenho disponibilidade para estudar muito longe de casa mas se um dia eu puder vou estudar terapia ocupacional.

    Responder

  7. Ana diz:

    Ola !
    Fiz vestibularem 2013 tanto para a ufc quanto para unifor , passei na unifor mas meu pai nao deixa eu cursar .me encantei por T O e queria saber qual melhor curso p se aproveitar cadeiras ja que na ufc nao tem T O .

    Responder

  8. Elis diz:

    Olá, gostaria de pedir ajuda, bom como você disse que já cursou, gostaria de saber quais áreas devo estudar mais “a fundo” para passar em um vestibular de terapia ocupacional?

    Responder

  9. suellen diz:

    ola sou a suellen gostei muito da entrevista queria saber ser a terapia ocupacional tem a ver com apsicologia ou e tudo junto.estou no primeiro ano do encino medio estou pretedendo me forma em terapia ocupacional gosto muito de cuida das pessoas

    Responder

  10. Kênia Morais diz:

    Bom dia!
    Amei seu site!
    Tive depressão pós parto e o que significativamente me lembro bem foi das consultas de Terapia ocupacional.
    Como são importantes,diria vitais.
    Passei por hospitais psiquiátricos e fiquei longos anos louca desenganada pelos médicos e as seções de T.O foi o que me curou verdadeiramente.
    hoje recuperada totalmente,sou Educadora Social em uma Obra Social e a maioria das minhas aulas ensino o que aprendi nas seções de T.O nos Hospitais psiquiátricos por onde passei grande período de minha vida,foi um grande proposito.
    Este ano vou estudar muito e tentar o vestibular na Federal de terapia ocupacional.
    continuarei seguindo seu Site.
    muito bom!
    abraços.

    Responder

  11. Carolina Silva diz:

    Oi Mariana.. Nossa, eu amei seu blog! Estou cursando Terapia Ocupacional na Facid, faço parte da 1º turma de T.O aqui no Piauí! E lendo essa sua enttrevista, vi que tivemos algo em comum. Eu também sempre tive vontade de fazer algum curso relacionado com a área da saúde, mas não sabia qual. E do mesmo modo que o seu, eu entrei no site do Guia do Estudante e vi o curso de T.O!! Eu logo me apaixonei, mas não tinha aqui no meu estado, e felizmente no meio desse ano, chegou na Facid. Não pensei duas vezes e fiz minha inscrição e passei. Estou muito feliz com o curso, me apaixono a cada dia mais. Beijos

    Responder

    • Aline diz:

      Oi Carolina, quero te conhecer por Facebook porque como disse vc faz faculdade de T.O, quero saber como é, porque pretendo fazer.. vc poderia me passar ele.

      Responder

  12. Fabio Morais diz:

    Oi Mariana! Adorei seu site.

    Sou Agrônomo e gostaria de saber se voce possui alguma informação sobre o uso de hortas orgânicas ou cultivo de plantas medicinais com ferramenta na terapia ocupacional.

    Responder

    • Valdemira Lopes diz:

      Olá Fábio, sou terapeuta ocupacional do CRPD (Centro de Reabilitação e Prevenção de Deficiências) no Hospital Irmã Dulce, em Salvador e lá acompanho as pessoas que estão no núcleo residencial; são indivíduos com deficiências múltiplas, abandonados por suas famílias. Neste centro, dentre vários recursos, possuímos uma horta, em que tanto os moradores quanto os pacientes do ambulatório realizam atividades. O espaço é explorado por indivíduos com transtornos mentais. Lá são trabalhadas questões como disciplina, sequenciamento de tarefas, responsabilidade, organização, relações interpessoais e criação de vínculo, noções de matemática, noção espacial e de quantidade, lateralidade, planejamento, raciocínio lógico, questões ambientais, limpeza do local, higiene pessoal, dentre outros. Os recursos da horta também são utilizados no processo de estimulação sensorial (olfato, visão, paladar, tato e propriocepção). Também trabalhamos AVD (atividade de vida diária) e AIVD (atividade instrumental de vida diária), quando, por exemplo, levamos o morador ou o paciente do ambulatório, para a cozinha experimental, fazer um chá com uma erva que ele mesmo ajudou a plantar. E a partir daí trabalhamos outras questões, para que esse indivíduo tenha maior independência e autonomia, dentro do possível, e assim possa ter maior qualidade de vida.
      Vale ressaltar que para tais indivíduos serem inseridos é necessário avaliar inicialmente suas habilidades, principais necessidades, seu grau de comprometimento e o seu desejo de participar, principalmente daqueles que verbalizam. Os efeitos têm sido muito positivos!

      Responder

  13. Flá diz:

    Oi, gostaria de saber se, depois de formada em terapia ocupacional, eu poderia optar por trabalhar apenas com crianças com síndrome de down, autismo e etc?

    Responder

  14. Marci diz:

    Gostaria de saber porque é importante para o Terapeuta Ocupacional estudar disciplinas de psicologia o que elas podem incorporar ao nosso conhecimento? sou estudante de to da UFSM-RS

    Responder

  15. roberio ribo diz:

    freud foi uns dos maiores charlatões da humanidade. Jesus é o caminho a verdade e a vida, psicologos e medicos psiquiatras grandes mentirosos

    Responder

    • Marcelino ALmeida diz:

      Haha. É claro que você não está falando sério!

      Responder

      • vania diz:

        A pessoa que eucopiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS… Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)… Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre NO de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que NO venha para MI, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele NO não pense mais nas outras… mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misteriosopoder que sempre dá certo. Amém…). Publique esta simpatia por três vezes , basta copiar e colar por três vezes em in forum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amo

        Responder

  16. roberio ribo diz:

    freud foi uns dos maiores charlatões da humanidade. Jesus é o caminho a verdade e a vida, psicologos e medicos psiquiatras mentirosos.

    Responder

  17. roberio ribo diz:

    terapia ocupacional é charlatanismo nao presta pra nada , quem cura é jesus

    Responder

  18. Marinalva Ferreira Batista diz:

    Boa noite!
    gostaria de saber quais os profissionais envolvidos na terapia ocupacional ou se é só o psicólogo?

    Responder

    • roberio ribo diz:

      tem psiquiatra e psicologo ,nenhum presta, mas psicologo é uma merda

      Responder

      • João Victor diz:

        Espero que você nunca precise de um, embora acredite que já precisa urgentemente. Atenciosamente, João Victor. Jesus cura? Você viu? Não, né? rs

        Responder

  19. Isabella Cristofalo diz:

    Olá Mariana, eu estava certa de que iria fazer jornalismo. Mas eu resolvi dar uma olhada em t.o que eu sempre tive uma quedinha. Quais sao as principais caracteristicas que um terapeuta ocupacional precisa ter? E como é o mercado de trabalho? Obrigada!

    Responder

  20. Taynara Ferreira diz:

    Estou no ano de vestibular , e estou apaixonada Por Terapia mais tenho medo de depois de formada .nao consiga emprego ,. terapia é uma cara booa pra emprego ?

    Responder

  21. Juliana diz:

    Gostaria de saber se terapia ocupacional, é bom para crianças com trauma desde a barriga da mãe. Pois tenho uma filha de 3 anos que é muito nervosa, sente medo, se bate no rosto, puxa cabelo, tudo isso quando esta nervosa, e na minha gravidez e depois q ela nasceu passamos por muito problemas pessoais, gostaria de saber se seria bom ela fazer??

    Responder

  22. Paulo Choi diz:

    Tenho uma grande duvida… gostei muito da TO. mas nao queria trabalhar com Deficientes…. nem na saude fisica… intao sera que devo mudar para psicologia ou continuar na TO????

    Responder

  23. Denise diz:

    Olá, gostaria de saber se terapia ocupacional seria interessante para uma idosa com Alzheimer, sendo que a mesma anda com um pouco de dificuldade, mas come, toma banho, vai ao banheiro e escova os dentes sozinha.

    Responder

    • Gislaine diz:

      Oi, Denise. Bem, ainda sou estudante do ensino médio mas creio que posso responder sua pergunta. Terapia ocupacional auxilia pessoas com dificuldades, certo? Isso independe da idade. Acredito que a terapia ocupacional para essa pessoa, seria importante para ajudá-la a simplificar e facilitar suas ações cotidianas e previnir problemas. Espero ter ajudado.

      Responder

    • Jéssica diz:

      É sim. A terapia ocupacional irá ajudar a manter essas funções, e ira ajudar em outras. Fazendo trabalhos para a memória por exemplo

      Responder

  24. Letícia diz:

    Oi Mari, tudo bom?
    Tenho 18 anos, terminei o colegial ano passado, e estou completamente preenchida pela dúvida de cursar psicologia ou terapia ocupacional, por isso me identifiquei muito com seu post.
    Eu tenho um problema desde criança, e isso me instiga a querer entender o que se passa na mente humana. Mas ao mesmo tempo, eu sempre fiz trabalhos voluntários com meus pais e gosto do contato com pessoas, principalmente crianças, e principalmente as com deficiência. E sei que o psicólogo não tem um contato tão grande quanto o terapeuta ocupacional..
    Tenho a possibilidade de cursar psico agora no meio do ano, a prova é amanhã e eu vou fazer de qualquer maneira. E t.o. a prova é apenas no fim do ano.. Você tem alguma sugestão pra me dar? TUDO é bem vindo nesse momento rs
    As duas profissões são lindas, lidam com o outro e com a ajuda ao próximo, mas eu queria muito “acertar de primeira”, sabe? rs
    Muito obrigada!

    Responder

  25. nilza melo diz:

    Olá,
    fui diagnosticada com Deficit de atenção por Neurologista. ele perguntou se queria tomar remedio e disse q não, pois os efeitos são muitos. faço terapia com psiquiatra ela diz que tenho depressão e tomo remedio, mas tenho certeza que não tenho. eu as vezes sinto raiva, pois devido a dispersão há tarefas que não consigo cumprir ou se tento é um esforço sobre-humano, assim como sempre foi desde a infancia. Ainda sim consegui me formar. Pergunto a vc em que um terapeuta ocupacional poderá me ajudar na parte de concentração. Por favor me mande a resposta por email. att.

    Responder

    • Alessandra diz:

      Olá, a maioria das pessoas que fazem esse tipo de queixas são diagnosticadas com remédios que só servem para deixar as pessoas dependentes deles, acho que vc deveria experimentar usar a terapia de florais, conheço pessoas que se curaram de depressão, ansiedade e outros problemas que os psiquiatras não conseguem resolver. se precisar de ajuda meu e-mail está ai. espero ter ajudado. um abraço.

      Responder

      • ana diz:

        pode me ajuda trato de depressão na vila ubs vila maria estou mal parece que meu coração para derrepente e volta ao normal umas 16 vesez por dia eles que me encaminha para caps o que devo fazer estou afastada da corporação desde fevereiro sou bombeir grata

        Responder

    • Ruth diz:

      Gostaria de e-mail para contato.

      Responder

  26. vanessa diz:

    oi boa tarde ,eu tenho uma irmã de 30 anos casada com dois filhos porem teve um transtorno psiquiatrico ficou louca de tudo ,na primeira crise em 2011 ela ficou uma semana em surto, melhorou sozinha sem nenhum remédio mas em 2012 veio uma nova crise e mas grave e fomos parar no caps e então começou a batalha de tomar vários remédios e ela nunca fez terapia eu queria saber se é necessario o uso do medicamento mais a terapia para a melhora dela pois parece que ela não quer mais viver .

    Responder

  27. APARECIDA diz:

    BOA TARDE, GOSTARIA DE SABER SE AS ATIVIDADES PERTINENTES AO TO PODEM SEREM REALIZADAS POR ASSSISTENTES SOCIAIS? OBRIGADA.

    Responder

  28. Luiz Carlos diz:

    Olá é indicação para o T.O. a avaliação correta de um determinado posto de trabalho ex: uma maquina uma recepção etc.

    Responder

  29. Adreia diz:

    Bom dia!
    Soou professora,tenho um aluno que irá completar 2 anos em março,ele tem um comportamento de ficar nos cantos,não olha nos olhos,faz que não escuta,as vezes ele é agressivo e faz T.O.,só que ele entrou na escola o ano passado em outubro,a ex-professora dele me disse que a mãe falou que ele não é autista,porém pelo o que eu andei pesquisando tudo leva a crer que é, e faz duas semanas que eu estou avaliando o comportamento dele.
    Por favor me ajude ,pois sei que ele precisa muito de ajuda e farei tudo que eu puder para ajudar o meu aluno.
    Estamos esperando a reunião de pais que será a semana que vem,para conversarmos,porém quero estar pautada no que irei falar com esses pais.
    Espero ansiosamente sua resposta ,desde já muito obrigada.
    Andreia

    Responder

    • cesar diz:

      Bom dia Pelos sintomas descritos o caso enquadraria-se num síndrome de autismo ,ainda que num border line possível,mas aconselharia não tanto centrar no diagnóstico mas na estratégia e procedimentos a seguir.
      treine motricidade fina,testes de concentração,puzlles,desenvolvimento de rotinas,metodologia teacch adaptada,etc…

      Responder

  30. tiago diz:

    doutora Mariana , gotaria de saber qual a sua opinião sobre a t.o no tratamento de depentes quimico.

    Responder

  31. Luiza diz:

    Gostei muito da entrevista,Parabens.
    Estou no 1º periodo de t.o. ainda estou
    nas materias ”inciais” não entrei em
    contato direto com a terapia, mas
    gostaria de saber o que o to faz
    num hospital ( particularmente, tem uma
    ‘queda’ e queria mto trabalhar em t.o hospitalar)
    mais ainda não entendi bem o que de fato
    podemos fazer la.
    Poderia me dar um exemplo contidiano ???

    Responder

    • Thatiana diz:

      Olá Luiza, vi sua pergunta para a Dr. Mariana.
      Sou aluna do 7° periodo de Terapia Ocupacional e posso ajudar a esclarecer sua dúvida.

      A intervenção da Terapia Ocupacional no contexto hospitalar engloba diferentes aspectos, ora mais envolvidos com o referencial da reabilitação física, ora mais envolvidos com a saúde mental do paciente, mas os dois sempre vão ser trabalhados a todo tem no hospital, e ainda vai trabalhar no aspecto do impacto da hospitalização ao paciente e sua família. A assistência em Terapia Ocupacional deve ocorrer desde a fase do diagnóstico até a alta hospitalar..
      Quanto as atividades a serem realizadas tem inumeras, tudo vai depender da demanda do seu paciente..
      bjs espero ter ajudado

      Responder

  32. Deise Gomes. diz:

    Ola, abençoado site me forneceu varias informações sobre a profissão de Terapeuta Ocupacional.Quero lhe dizer que estou aguardando o resultado do Susi,e pedir a Jesus p/ ser classificada na UFRJ.Depois postarei aqui, a minha vitoria. Bj.Mais uma vez, muito grata.

    Responder

  33. Deise Gomes. diz:

    Ola, abençoado site me forneceu varias informações sobre a profissão de Terapeuta Ocupacional.Quero lhe dizer que estou aguardando o resultado do Susi,e pedir a Jesus p/ ser classificada na UFRJ.Depois postarei aqui, a minha vitoria. Bj.

    Responder

  34. Beatriz diz:

    oi, gostei muito desta entrevista, me ajudou bastante, não sei ainda qual profissão seguir, gosto muito da área de saúde também e terapia ocupacional é uma profissão que esta na minha lista, muito obrigado

    Responder

  35. Mirna diz:

    Olá, quem é formado em pedagogia pode fazer a pós em terapia ocupacional?
    Fiquei na dúvida, porque soube de outro alguém que não…

    Responder

    • Flaviana diz:

      Oi Mirna, a Terapia Ocupacional é uma profissão independente, de nível superior e regularmentada. assim, não existe pós-graduação em Terapia Ocupacional e sim curso de graduação, assim como Medicina, Psicologia, Fisioterapia, enfim. é preciso cursar os 4 anos e meio e se formar para exercer a profissão.

      Responder

  36. Elisângela Alves de Assis diz:

    olá Mariana, amei sua entrevista e me tirou muitas duvidas estava em duvida que faculdade escolher, entre nutrição e Terapia ocupacional, agora não tenho mais duvidas.
    Obrigada…

    Responder

  37. Thaise diz:

    Oieee queria tenho uma filha q tem sindrome moebius …. Êh necessário fazer t.o.????

    Responder

  38. graziela diz:

    ola!tudo bem,tenho uma sobrinha que tem muitas dificuldades na aprendizagem e me pediram pra levar ela numa terapia ocupacional oque vc acha?

    Responder

  39. Ingrid diz:

    Olá.

    Mariana, moro em um lugar onde não há Terspeuta Ocupacional, e tem muitas crianças com deficiencia como: autismo, paralisia e etc… que tem q viajar sempre pra capital, me identifico com o curso por questões familiares.
    Então é possível, está cursando(Quando falo “cursando” seria no 3º ano de facul) T.O. e atendendo?

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Ingrid!

      Legalmente só é possível trabalhar como terapeuta ocupacional após ter concluído a graduação e ter registro no Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

      Uma pessoa que ainda não é formada só pode atender com supervisão de um terapeuta ocupacional responsável, como acontece durante a graduação.

      BJus

      Responder

  40. Cláudia diz:

    Olá! Vou entrar agora na universidade e escolhi terapia ocupacional. Gostaria de saber se ao terminar a licenciatura poderia me especializar? Por exemplo na área da pediatria ou no idosos. A nível de empregabilidade, acha que é boa?

    Responder

  41. daiana diz:

    Olá boa noite. Estou muito interessada em fazero curso de Terapia ocupacional, porém algumas pessoas que trabalham na área da saúde me desanimaram um pouco, dizendo que é muito dificil conseguir trabalho e que o salário é muito ruim. Isto é verdade??
    Obrigada e parabéns pela entrvista, tirou muitas duvidas.

    Responder

    • Camila diz:

      A Terapia ocupacional esta na lista das profissões do futuro!!!…Não é facil arrumar emprego, em nenhuma area…Mas a Terapia ocupacional ta crescendo muito e com isso, as vagas estão surgindo…eu diria que talvez essa seja a melhor época de cursas e se formar.

      Responder

  42. Karina diz:

    ooi gostaria de saber faculdades particulares que posso fazer esse cursoo, estou interessada

    Responder

  43. Veraluce diz:

    Ola bom dia.

    Eu sempre quiz estudar algo relacionado a saúde, mas não tinha escolhido o curso, e depois de ler essa entrevista tive certeza que Terapia Opucacional
    é exatamente o que eu quero. Obrigada.

    Responder

  44. vera lucia guergolet diz:

    Oi, gostaria de agradecer por ter declarado sobre as dúvidas que temos sobre esse curso tão importante na vida humana.
    Tenho uma filha com a sindrome de down, e está com 5 anos, a dois meses começei um tratamento com T.O, e me deparei varias vezes elas brincando na sala, e vinha essa pergunta na cabeça, mais estou pagando pra elas brincarem? Porque não conhecia a fundo esse trabalho, que é tão maravilhoso, e passei a saber melhor agora lendo essas palavras e explicação a fundo do que venha ser uma Terapia Ocupacional.

    Responder

  45. Alana diz:

    Olá, primeiramente queria parabenizar o site!!!
    Aqui em casa o meu marido sofreu um acidente de moto e pegou um nervo responsável pelo o movimento e força do braço.
    Ele esta pela a caixa já uns 3 meses saiu o laudo definitivo confirmou e não voltará os movimentos.
    E ele tem seus momentos de depressão e alguns problemas ficaram mais fortes e presentes, principalmente os conjugais.
    Já falei que ele precisa de algum estimulo, ocupação, que se fosse para ele se formar, mas tudo não dá. O que posso fazer para ele perceber ou ir em busca de ajuda nesse sentido.
    Aguardo o contato. obrigada!

    Responder

  46. Priscila Penna diz:

    Olá! Boa noite!
    Sou aluna de graduação da UFRJ, porém estou insatisfeita com o curso escolhido. Pretendo cursar vestibular novamente, e sempre tive o sonho de cursar Psicologia. Mas lendo sobre T.O, achei uma profissão interessante. Há alguma relação entre as duas áreas? Estou em dúvida entre as duas profissões.
    Obrigada!

    Responder

  47. jordana diz:

    Olá, gostei do seu site, estou pensando seriamente em cursar terapia ocupaciona, eu sou formanda de nutrição na UFPEL e vou tentar o enem para TO também na UFPEL, É um curso novo, Eu gosto de ajudar as pessoas, e me interessei pelo curso, me falaram que tem que ter coordenação motora muito boa para fazer terapia ocupacional ,não que eu tenha uma coordenação motora ruim, mas estou sempre tremendo, o que você pensaria disso.

    Responder

  48. Natália Duarte diz:

    Olá tenho 17 anos e estou interessada em terapia ocupacional
    depois das suas explicações pude entender um pouco mais sobre essa profissão maravilhosa obrigada!!!

    Responder

  49. Arielly Ferraz diz:

    Olá Mariana,tenho 17 anos e amo a area de saude,soube desse curso e estou gostando cada vez mais,quero fazer, tem que ser bacharel em medicina antes ? Beijo .

    Responder

    • Josi diz:

      Olá, Mariana, estou me informando sobre o que é o curso, gostaria de esclarecer qual a diferença entre a Psicologia e T.O. e se existe um mercado de trabalho aceitavel, por ainda ser pouco conhecido. Procurei me informar o máximo possível a respeito das duas, mas ainda tenho dúvidas em qual optar. Gostaria de saber, e se caso possa aproveitar as matérias caso decida reoptar.Obrigada

      Responder

  50. Débora Regina diz:

    Olar querida!
    fiquei,muito esclarecida com seus relatos.
    quero te agradecer e pedir continue assim sempre compartilhando tudo de bom que você aprender ,com as esperiencias que essa profisão lhe trouser.
    que Deus continue iluminando sua vida!
    Beijosssssssss!

    Responder

  51. Aline Toledo diz:

    Oi Mariana,

    Tenho 18 anos e sempre tive dúvidas da faculdade que queria fazer… E não conheço ninguém que tenha feito Terapia Ocupacional então estava com medo de fazer a faculdade e não ser aquilo que eu imaginava! Acabei por pesquisar e pesquisar na internet depoimentos… E depois do seu depoimento posso ter certeza que SIM é isso que eu quero =) Queria conhecer alguém pra me guiar mais nessa área mais estou empolgada e vou arriscar mesmo porque é isso que eu vou gostar de fazer na minha vida inteira. Obrigada!

    Responder

  52. simone diz:

    olá,mariana sou formada em nutrição e pós-graduada em saúde publica…já tem algum tempo que me despertou o desejo de fazer esse curso!e agora lendo essa entrevista tive a certeza de vou fazer terapia ocupacional, pois é um curso dos meus sonhos.

    Responder

  53. sthephanny diz:

    Eu sempre quis fazer algo na área de saúde na verdade queria ser medica me forma em oncologia, mais um dia desse fiz um daqueles teste vocacional e ai veio terapia ocupacional, fui ver oque era por curiosidade e me interessei mais ainda sim fiquei meio assim, mais depois que li essa entrevista adoreeei, e sim é isso que eu quero, acho lindo demais. *-*

    parabéns e sucesso!

    Responder

  54. daiane diz:

    olá estava procurando informações aqui na internet sobre terapia ocupacional e achei essa pagina.Adorei a entrevista,pois,eu fazia faculdade de historia mas tive que trancar por conta de uma cirurgia na medula…e não quero continuar na area de educação vou tentar vestibular esse ano eu acho…

    Responder

  55. Vih diz:

    Olá Mariana!
    Tudo bem ?
    Eu, sempre quis cursar e futura mente trabalhar em alguma aréa da saúde, só que aí eu já tinha feito a primeira e segunda etapa do vestibular pela UFPB e ainda não tinha em mente, o curso para optar.
    Foi aí que minha prima mim presenteou com um livro, que nele se encontra as mais diversas profissões, e ao lê-lo sobre : TERAPIA OCUPACIONAL, onde atua,as disciplinas que precisar ser estudada, confesso que fiquei e ainda estou completamente apaixonada, e foi aí que optei pela : terapia ocupacional.
    Fiz a terceira e última etapa do vestibular e graças á Deus, minha classificação foi ótima.
    E como não posso esquecer:de parabenizar você pelo seu blog e pela motivação que você, através suas bonitas palavras incentiva quem pretende optar por essa aréa, e todos os alunos que estar cursando T.O em estudar cada vez mais em busca de melhoria da qualidade de vida dos pacientes. Sucesso e fica com Deus querida.

    Responder

  56. Marisete diz:

    Oi,
    Mariana, gostei muito de sua entrevista, comecei a fazer esses dias a terapia, mas não tinha informação de como era essa terapia, porém gostei a terapeutica foi legal mim deixou bem a vontade, espero continuar até o final e obter os resultados que eu mesma busco.

    Responder

  57. Sérgio Soares diz:

    Olá Mariana td bem!!, começei o curso e já estou lotadode de pesquisa de campo pra realizar, sei que vc é muito ocupada, mas me da uma ajudinha ai rsrs. Então tenho um cadeira chamada Antropologia da Sáude e a professora passou uma pesquisa de campo, onde devemos desenvolver um projeto de pesquisa sobre a atuação do Terapeuta ocupacional, sendo que devemos bolar um tema e escolhemos pesquisar sobre a atuação do terapeuta ocupacional na promoção da saúde do idoso, tomando base nesse tema e também no contato que teremos com um profissional da area, queria que voçê podesse me ajudar com algumas perguntas que meu grupo poderia fazer com esse profissional, tipo um a entrevsita.

    Aguardo resposta, Grato,
    Sérgio Soares.
    e-mail: sergio_oi007@yahoo.com.br

    Responder

  58. Jennifer diz:

    Olá Mariana, tudo bem? Gostei muito dessa entrevista,
    pretendo fazer Terapia Ocupacional assim que eu terminar meu ensino médio.
    Amo ajudar as pessoas, e isso me deixa muito feliz. Me indentifiquei demais com essa profissão,pois além de tudo, a pessoa tem que ter amor.
    Ficaria muito agradecida e feliz se você me mandasse um email referente a isso.
    -
    Fica com Deus Mariana.

    Responder

  59. jessika lais diz:

    sinceramente ate hoje tava em ‘duvidas” o que fazer,pq quero muito ser independente …. mas em relação ao curso to decidida a fazer terapia ocupacional….mim identifiquei muitooo mesmo com esse curso :D

    Responder

  60. Débora diz:

    oi Quero saber quantos anos de curso é nessa area
    de terapia ocupacional?

    Responder

  61. JuhLins diz:

    Gostei muito da materia…
    Vou começar o curso no meio do ano e estou muito anciosa! :)
    uma duvida : Qual a area/especialidade da terapia ocupacional
    que é a ” mais pedida”, que há mais vagas e tals… ?

    Responder

  62. LIZ AMARAL diz:

    Olá Mariana. Soiu terapeuta ocupacional e busco uma T.O para atendimento em domícílio na cidade de Porto Velho onde minha avó mora. Pelo que percebi você é formada pela USP mas trabalha em PVH, é isto? Aguardo seu retorno com certa urgência. Grata, Liz Amaral

    Responder

  63. Camila diz:

    Gostaria de saber onde encontro esse curso (graduação) no RJ?!
    E se eu fizer Psicologia, depois eu posso fazer a Pós-graduação em Terapia Ocupacional?

    Responder

  64. Camila diz:

    Aqui no RJ onde posso encontrar esse curso?

    Responder

  65. Samela Barros diz:

    Gostei muito do curso mas não sei quais são as matérias pesos para a segunda fase do vestibular. Acho que é Biologia, Física e Química e queria ter certeza para fazer isoladas dessas matérias. Eu queria fazer Medicina mas quando descobri a Terapia fiquei apaixonada. Espero resposta. Brigado

    Responder

  66. lidia de souza marques diz:

    oi adorei muito o seu bog!Dra. mariana minha filha tem dois anos e meio e ela e especial e ate hoje nao descobrimos o que realmente aconteceu mais eu amo ela assim mesmo bem ela te atrofia cerebral e tinha um acompanhamento com afisioterapia mais mudamos para outra cidade e tivemos que comeca tudo de novo eo novo neuro encaminhou a minha filha para a terapia ocupacional ! comecei a pesquisa e costei muito !! muito obrigada por escolher essa profissao que e tao linda parabens!

    Responder

  67. laide diz:

    Estava muito confusa em qual curso entrar,pesquisando sobre Terapia ocupacional,achei muito interessante,amei,mais gostaria de saber é ampla a oportunidade de emprego,se o gonverno oferece concurso,e quanto um profissional pode ganhar em media.

    Responder

  68. Cindy diz:

    Oi Mariana…

    Pretendo fazer facul ano que vem, amo a área da saúde e quando fui pesquisar sobre Terapia Ocupacional,amei mais ainda.
    Gostei muito do seu blog,atraves dele posso tirar minhas duvidas..

    Parabéééns;…pelo seu blog, e o seu trabalho.

    Beijoos

    Responder

  69. SANDRA RODRIGUES diz:

    Olá, Mariana. Meu nome é Sandra, tenho 43 anos. Descobri a Terapia Ocupacional no ano passado e achei muito interessante. Mas, gostaria de saber se apesar da minha idade ainda teria chance de trabalhar nesta área, já que o curso tem a duração de 4 anos. Obrigada.
    Um abraço.

    Responder

    • aldenir diz:

      Estou com essa idade nessa situação, amei saber da T.O
      Vivo para ajudar as pessoas, se for da vontade de deus, acho que me encaixo bem

      Responder

  70. Jean Paulo diz:

    olá, Mariana .. nossa, que blog legal, adorei!estava pensando em fazer ciências biológicas, mas resolvi fazer um teste vocacional(sem mtas expectativas)e por meio desse teste descobri a T.O. Foi paixão à primeira vista pela profissão.Agora, to me preparando para o vestibular, quero fazer na USP de Ribeirão Preto, vc sabe se tem campo na região para esta área?? mto obrigado desde já, e parabénss pelo blog !!!

    Responder

  71. Dayani diz:

    Oi…adorei a tua entrevista!!!

    Eu passei no vestibular da Universidade da Amazônia p/ Terapia Ocupacional,e assim que começou as aulas eu me apaixonei mais ainda pelo curso =) (…)

    Abraço!! =D

    Responder

  72. Michelle jacob diz:

    Olá Mariana!
    Fui aprovada no vestibular da ufpa. Estou super ansiosa pra conhecer em detalhes a terapia ocupacional.

    Responder

  73. Rosecler diz:

    Boa noite!
    Gostei muito do seu site,muito bom oque você escreveu sobre a terapia.
    Eu estou com uma duvida,queria muito fazer esse curso de Terapia Ocupacional achei muito interessante,não sei se devo fazer ou não. Tenho medo que não gere muito emprego,pois a faculdade de terapia é bem cara!
    Sou do Rio grande do sul,este curso é novo aqui no estado saiu recentemente em uma faculdade na cidade de Caxias do sul RS!
    Deve ser uma área muito boa,pois eu gosto também desta área da saúde sempre quis fazer um curso deste tipo!
    Obrigada…

    Responder

  74. waléria diz:

    Gostei muito da sua entrevista!
    Afinal, estava justamente pesquisando sobre isso: ” O que é Terapia Ocupacional, foi minha professora da faculdade que pediu que procurasse saber + sobre o curso que estamos cursando! Pra mim foi uma coisa muito boa. E com essa entrevista obtive respostas claras e a qual já esperava ter!!! GOSTEI MUITO MESMO!!!

    Responder

  75. welma diz:

    oi mariana tenho 18 anos e estou pensando em fazer o curso em terapia ocupacional e com sua entrevista me incentivou muito viu já estou disposta a seguir essa profissão muito obrigada pelo seu trabalho.

    Responder

  76. Mariane diz:

    Olá Mariana!
    Pretendo começar a estudar este ano, mais ainda não consegui decidir o curso. Já pensei muito e repensei muitas vezes, mais confesso que está sendo muito difícil pra mim. Gosto de ajudar as pessoas, já pensei em fisioterapia, mais não tenho condições para montar uma clinica. Tenho um certo interesse por psicologia também, e gostaria de saber se não é uma área muito cansativa psicologicamente e qual foi o motivo que fez você não se sentir completa nesse ramo.
    Desde já, agradeço! abraço :D

    Responder

  77. Lys diz:

    Olá Mariana, adorei seu blog, sou uma amante do curso, acabei de passar para a UFPB e não vejo a hora de começar as aulas… Nossa, admirável sua paixão por essa profissão, lendo seu blog me apaixonei ainda mais, espero manter contato ao longo da faculdade para que eu possa aprender ainda mais com você… Forte abraço.

    Responder

  78. Fernanda diz:

    Ola, gostaria muito que pudesse me ajudar sobre a atuação do TO e suas respectivas áreas. Minha dúvida é em qual área há maior número de TO’s atuando?? Se você puder me ajudar seria muito útil na minha busca por um residência. Obrigada. Abç

    Responder

  79. REGINA diz:

    ola mariana estou em duvidas qual profissão exercer…
    pois ja ta em tempo de me decidir,e estou em duvidas na aréas;
    da psicologia e da terapia ocupacional….
    pois conhecia agora a terapia ocupacional mas me enterressei muito,a psicologia
    me inspira muito também…
    gosto muito dessas aréas,que possacuidar das pessoas…..me da uma ideia..desde ja agradecida.

    Responder

  80. Isabella diz:

    Olá Mariana,Gostaria que você tirar uma dúvida para mim. Bom, esse ano vou começar fazer o curso Terapia ocupacional, gostaria de saber se o terapeuta carrega o paciente? E existe mercado de trabalho para este curso? Atenciosamente Isabella
    Obrigada pela sua compreensão…

    Responder

  81. Sérgio Soares diz:

    Eu como estudante e futuramente graduado em T.O,posso fazer um aresidencia médica? qual as areas de especialidade que posso seguir?

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Sérgio!

      Residência médica é para médicos. Há alguns cursos de residência para TOs espalhados pelo país, como na AACD. E muuuitos de especialização, aprimoramento, pós…

      Conforme for fazendo o curso e passando pelos estágios, você conhecerá melhor cada área! :D

      Responder

  82. Sérgio Soares diz:

    Fera UFPE- TERAPIA OCUPACIONAL, ESTOU MUITO FELIZ POR ESSA CONQUITA,SOU APAIXONADO POR ESSE CURSO MESMO ANTES DE ENTRA NELE…

    Responder

  83. cristiana diz:

    Olá Mariana,
    gostei muito da entrevista!
    Eu passei na UEPA EM T.O.
    Estou muito feliz, não vejo a hora de começar as aulas.

    Responder

  84. Lorena diz:

    GOSTEI MUITO DA SUA ENTREVISTA.MAIS ME DIZ UMA COISA A TERAPIA OCUPACIONAL TEM A VER OU ESTÁ RELACIONADA COM A FISIOTERAPIA??

    Responder

  85. Aline diz:

    Olá Mariana,

    Gostei muito da sua explicação sobre a profissão T.O e gostaria de fazer algumas perguntas.
    Como você também sou apaixonada pela área da saúde, e este ano passei em T.O na Ufcsar e estou em lista de espera em Psicilogia. Procurei me informar o máximo possível a respeito das duas, mas ainda tenho dúvidas em qual optar. Gostaria de saber, como se reabilita uma pessoa por motivos psiquiatricos através da terapia ocupacional e qual é a diferença nessa parte de um psicológo.Obrigada

    Responder

  86. karla simone silva medeiros diz:

    Descobri essa profissão no momento em que procurava o curso de serviço social
    e não encontrei na minha cidade,então eu precisava escolher outro que tivesse
    haver comigo. me identifiquei muito, pois já fiz alguns trabalhos com idosos
    (como cuidadora).li a tua entrevista e vi a importância dessa profissão.Para-
    béns pelo amor que tu demonstras por ela!

    Sucesso e um abraço!!
    Simone Medeiros

    Responder

  87. Suellen Mozer diz:

    Olá, acabei de descobrir que passei na UFPR em Terapia Ocupacional, profissão que tanto me encantou, queria saber de uma Terapeuta mesmo alguns pontos que ainda me restam dúvidas!
    1) Existe possibilidade de trabalhar ou me especificar na area mental? Dando um suporte integralmente psicologico para os pacientes?
    2) Qual é realmente o salário inicial, sendo o piso e o teto salarial de um Terapeuta?
    Obrigada, começo meu curso apenas no segundo semestre de 2012, e estou muito radiante, agradecida a Deus, pela oportunidade.
    Aguardo respostas, e espero poder contar para novas dúvidas que venham a surgir nessa nova jornada da minha vida, porque agora é oficial EU VOU SER UMA TERAPEUTA OCUPACIONAL, com enorme orgulho.

    Responder

    • Suyane diz:

      Suellen, estamos no mesmo patamar, também passei, e algumas de minhas dúvidas são as mesmas que as suas…
      Agradeço muito a DEUS pela oportunidade de ter passado em T.O pela UFPR,
      é uma profissão linda, e quanto mais eu conheço mais me encanto…
      Mariana, seu blog tem sido maravilhoso para mim.. e tem me ajudado muito..
      Obrigada desde já, pelas preciosas informações… e continuo no aguardo de novas respostas…
      Abraços a todos…
      “EU VOU SER UMA TERAPEUTA OCUPACIONAL, com enorme orgulho.” (2)

      Responder

      • Suellen Mozer diz:

        Ahh, parece que NADA É REAL.

        Meu Deeus, sempre quis poder ajudar as pessoas, e T.O não tem explicação é incrivel! Deus sabe quanto estou feliz!
        Estou muito ansiosa, começamos no 2º semestre,e agora somos UNIVERSITÁRIAS.

        SUPER, não?

        LElELE OBRIGADA MEU DEUS!!!!

        Responder

      • Mariana Fulfaro diz:

        Obrigada, Suyane!

        Espero que vocês aproveitem muito o curso!!! :D

        Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Parabéns, Suellen!!!

      Quando começar o curso, pergunte aos veteranos sobre o trabalho no Caps.

      Humm, difícil afirmar qual o salário inicial… Isso depende de cada região do país… :D

      Responder

  88. JULIENE LUIZ DA SILVA diz:

    OI! EU TAMBEM ESTOU QUERENDO FAZER FACULDADE PARA TERAPEUTA… COM Fè EM DEUS EU VOU COMNSEGUE……… JU

    Responder

  89. Joelma diz:

    Tenho 17 anos e coloquei T.O. para curso no vestibular, da UFPB! Amei conheçer o curso, e por isso me interessei muito por ele. Se Deus permitir serei uma profissional nesta área!
    Mariana Fulfaro seu blog me ajudou muito, parabéns!
    bjos.

    Responder

  90. Julieth Gonçalves diz:

    Mariana eu sou apaixonada por terapia ocupacional.
    fiz vestibular da ufpa nesta área estou esperando o resultado,se Deus quiser vou passar.Parabéns pela iniciativa do blog,ajudou as pessoas a conhecerem a importância da profissão fica com Deus!!!!

    Responder

  91. Stephani diz:

    Olá Mariana achei sua entrevista importante do ponto de vista da divulgação da profissão para pessoas que a desconhecem, porém gostaria de manifestar minha opinião contraria de que a terapia ocupacional está ligada a ocupações, sou aluna do primeiro ano de t.o e se tem uma coisa que ficou bem clara durante esse um ano de curso foi a de que a t.o em nada tem a ver como ocupações e sim com funções, reabilitar para funcionalidades e não para ocupação em nenhum sentido possível.
    Deixo claro que esse comentário não se trta de uma critica ou algo do tipo mas sim uma divergencia(de pensamentos talvez) de nomenclatura escolhida para definir a t.o.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Stephani!

      Fico feliz que entre e comente no blog! Seja bem-vinda!

      Em nenhum momento, e em nenhuma entrevista, afirmo que a terapia ocupacional está ligada a ocupação. Importante esclarecer também que a terapia ocupacional não reabilita apenas funções, pois para isso temos a fisioterapia. :D

      Fico feliz que você no primeiro ano de faculdade já consiga entender bem o que é terapia ocupacional.

      Abraço,
      Mariana

      Responder

      • Norminha diz:

        ola acompanho sempre seu blog e admiro seu trabalho , estou com uma seria duvida em ingressar nessa carrreira, pois eu gostaria de saber mais detalhes sobre mercado de trabalho do terapeuta ocupacional . desde ja agradeço sua atenção

        Responder

  92. Kassia diz:

    Olá Mariana,
    Eu prestei vestibular na unesp e passei pra segunda fase em Terapia Ocupacional, mas confesso que tenho um pouco de duvidas ainda. Me disseram que essa profissão exige fazer limpeza higiênica pessoal dos pacientes e isso me assustou um pouco pois o que me cativou na profissão foi ajudar na reabilitação fisica e mental das pessoas sem lidar com parte higiênica que não é meu foco. Isso é necessario mesmo ou apenas em alguns casos. Confesso que acho que não terei estômago pra isso. Preciso de informações por favor me responda.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Oi, Kassia!

      Não se preocupe, quem faz higiene é o técnico de enfermagem ou o cuidador e não o terapeuta ocupacional.

      Já saiu o resultado?

      Boa sorte!

      Responder

      • Kassia diz:

        Ah saiu sim, to na lista de espera.. vamos ver no que dá..

        Obrigada pela resposta, estou com duvidas ainda em fazer a faculdade ou não se eu conseguir, pois na verdade queria mesmo medicina e pra passa é tão dificil não é, mas quem sabe eu faça a T.O .. agradeço mais uma vez.

        Responder

  93. Robson Leandro dos Santos diz:

    Olá Mariana,parabéns pelo blog e pela disponibilidade em tirar nossas dúvidas.
    Eu já acompanho este blog á uns 4 meses e hje resolvi escrever algo.
    Sempre fui envolvido e com trabalhos sociais com moradores d rua,dependentes químicos trabalhos em favelas etc…
    Isso despertou em mim uma grande vontade d fazer psicologia,mas depois q descobri a T.O me fez ter uma visão mais ampla do q eu quero,independente d salários,pois hje o meu trabalho atual m dá uma boa condição,mas se tiver q largar o meu trabalho por amor a T.O e as pessoas q precisam largarei,pois serei mais feliz.
    Enfim…ontem recebi uma ótima noticia ao saber q passei a primeira fase d T.O na Universidade Federal PR,presentão d Deus…fiquei assustado ao ver q as mulheres predominam nesta profissão,mas q bom,minha classe será florida rs
    Obrigado bjs

    Responder

    • Suellen Mozer diz:

      Parabéns Robson, acabei de conferir seu nome na lista de aprovados da 2º fase da UFPR, seremos colegas de classe :) e excelentes terapeutas…
      Fique com Deus..Até o 2º semestre de 2012!!

      Responder

      • Robson Leandro dos Santos diz:

        Olá suellen,q legal!parabéns!!!
        Coincidência bacana vc ter me encontrado neste blog.
        Olha só já tem uma galera da nossa classe em uma pagina do facebook,só procurar por:”Terapia Ocupacional UFPR 2012 N”…é só add a pagina q o pessoal t aceitará.Por lá eu estou como Leandro Santos,pode me add se quiser :)
        Sim vamos ser excelentes Terapeutas!
        Obrigado,Deus abencoe.

        Responder

      • Suyane diz:

        Olá companheiros de turma, fiquei feliz demais em encontrá-los aqui no blog…
        Parabéns pela conquista..
        *-*
        Mariana, parabéns pelo excelente blog..
        Abraços a todos

        Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Oi, Robson!!!

      Já saiu o resultado da segunda fase?

      Boa sorte!!!

      Responder

  94. Jaqueline diz:

    Oi Mariana!!!

    seu blog está maravilhoso, que orgulho dessa profissão…

    estou cursando terapia ocupacional vou para o segunda ano em 2012, se Deus quiser, sua historia é muito parecida com a minha eu tbm pensava em fazer Psicologia, mas queria algo a mais e me apaixonei por terapia Ocupacional a primeira vista quando começei a ler sobre.

    Beijos entre em contato comigo por esse email…se puder

    Por gentileza

    Responder

  95. LAIZA diz:

    Boa tarde!
    Sou completamente apaixonada por T.O. , porém na minha cidade (Goiânia-GO) não possui esse curso. Tudo que eu leio sobre T.O. faz com que eu me apaixone cada dia mais! Bem.. só queria compartilhar isso mesmo ;~

    Responder

  96. debora diz:

    Olá.. qual o salario medio???

    Responder

  97. Américo Neto diz:

    Olá Mariana,

    Quero lhe parabenizar pelo site, me esclareceu muitas dúvidas e já estou praticamente deciddido a fazer graduação em Terapia Ocupacional. Gostaria de saber se o T.O. , utiliza das práticas integrativas e complementares em saúde como : iridologia, Homeopatia, acupuntura, cromoterapia, florais etc… já sou Naturoterapeuta e gostaria de saber se o T.O. pode ou é proibido associar essas práticas ao seu trabalho. Obrigado e aguardo resposta.

    Responder

  98. nadia aline diz:

    Oi Mariana, boa tarde!
    Adorei a entrevista e ultimamente tenho ouvido falar bastante em Terapia Ocupacional,pois tenho uma amiga que a filinha dela faz acompanhamento por ter glaucoma Congênito e a evolução dela vem nos deixando de boca aberta,ela se socializou rápido o que não acontecia, quase nenhum “desconhecido” tinha um contato próximo e barulhos que crianças fazem a irritavam.
    Gostaria que me respondesse se a T.O. é voltada somente a crianças e(ou) pessoas especias,pois tenho um filho de 02 anos que não tem nenhuma necessidade especial, mas ainda não fala absolutamente nada,nem papai, nem mamãe? Entende tudo o que falamos,ouve bem,não tem problema nenhum.
    Pergunto isso pois acabei de entrar nesse site também( http://pequenada.com/artigos/terapia-fala-para-criancas),que é de T.O…Gostaria que tirasse essa dúvida, pois se a T.O. ajudar no desenvolvimento da fala do meu bebê tenho que ir de encontro a um profissional urgente! Obrigada e aguardo sua resposta.

    Responder

  99. angela diz:

    olá, sou do interior de São Paulo e trabalho em uma escola que atende alunos com necessidades especiais, e gostaria de saber qual é o papel do Terapeuta Ocupacional dentro de uma escola com esse tipo de clientela. É papel do T.O ajudar em atividades como amarrar cadarços, higiene em geral, recorte, traçados? Gostaria muito de obter uma resposta

    Responder

    • LEILA diz:

      OLÁ SOU LEILA CALUMBY , SOU TERAPEUTA OCUPACIONAL E FALANDO DE ATIVIDADE É A TERAPIA OCUPACIONAL QUEM TEM O PAPEL DE DESENVOLVÊ-LA , EXPLICANDO O QUE VOCÊ PERGUNTOU, TRABALHAMOS SIM COM ESSA CLIENTELA E OS AJUDAMOS NESSAS QUESTÕES POIS A ATIVIDADE É A NOSSA FERRAMENTA DE TRABALHO, PROPORCIONAMOS PRA ESSES INDIVÍDUOS O MELHOR POSSÍVEL DO DESENVOLVIMENTO DESSAS ATIVIDADES COM O BIJETIVO DE TRAZER PRA ESSES INDIVÍDUOS UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA. UM ABRAÇO

      Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Angela!

      O terapeuta ocupacional ajuda a criança a aprender a amarrar cadarços e a fazer higiene sozinha. Assim como a melhorar os traços e a recortar (coordenação motora), mas nunca irá fazer por ela. Na escola, o papel desse profissional é ajudar na independência, autonomia e inclusão escolar dessa criança.

      É importante lembrar que o trabalho acontece em parceria com os outros profissionais, como coordenador pedagógico, professor e psicólogo. Desta forma, a criança só tem a ganhar!

      Entendeu?

      Abraço

      Responder

  100. ingrid santos diz:

    oi!
    tudo bem?
    Adorei sua entrevista fiquei muito interesada nessa profisão.Pois
    eu tenho um sonho desde pequena em ser fisioterapelta…
    mas quando começei a ler sobre isso começei a ter dúvidas,até que um dia,pensei em mudar de área.Porém que ainda estivese relacionada com a área de saude para que eu pude-se ajudar outras pessoas pois esse é o meu sonho.
    Gostaria de saber se a fisioterapia tem alguma relação com a terapia????

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Ingrid!

      Todas as áreas da saúde estão relacionadas, contudo cada uma guarda uma singularidade! Pesquisa mais sobre o que é terapia ocupacional e o que é fisioterapia para poder escolher tranquilamente.

      Boa sorte! ;D

      Abraço

      Responder

  101. lenita diz:

    oi você com essa entrevista me tirou muitas dúvidas,tenho duas amigas que fazem to essa e uma profissão tão bonita que decidi, prestar vestibular mais tenho medo de não sr uma boa profissional,quero muito ajudar as pessoas a terem uma vida melhor continue assim parabéns

    Responder

  102. Wandréa katherine diz:

    Olá Mariana td bem? No próximo Ano eu vou prestar vestibular e simplesmente me apaixonei por essa profissao. Parabéns pelo seu site,entendi direitinho qual a funçao de um terapeuta ocupacional.Seja muito feliz em sua profissao e estou achando que em breve serei sua colega de trabalho.kkkk

    Responder

  103. sonia diz:

    boa tarde.gostava de perceber ao certo o k é terapia ocupacional?tenho um familiar a fazer terapia ocupacional, mas nao me sabe explicar o k é, e pk faz varios exercicios, como tomar banhos com umas toalhas e dp apertar as costas com uma toalha dp de tomar banho, agora tem de soprar todos os dias em alguma coisa durante 15 minutos, nao percebo pk, e nao sabem explicar.agradecia k me dissesse algo

    Responder

  104. Carolina Mayara R. C. Moreno diz:

    Olá Mariana, o primeiro curso de graduação em TERAPIA OCUPACIONAL DO BRASIL FOI NA ABBR NO RIO DE JANEIRO

    Responder

  105. vanessa diz:

    Olá td bem!
    Gostaria de saber a média salarial de um terapeuta ocupacional,
    de quais maneiras posso me integrar no mercado de trabalho e se
    posso relacionar essa profissão com Serviço Social.

    Responder

  106. layana diz:

    estou com um pouco de dúvida gostaria muito de ser uma terapeuta,mas não sei como o mercado de trabalho recebe essa profissão?me ajude..

    Responder

  107. ROBERTA MARIA F BOTTURA diz:

    Olá Mariana,
    Sou formada em Educação Física, com uma especialização em Pedagogia e Educação Infantil e outra em Psicopedagogia. Tenho duas perguntas: Você acha que cursar TO aos 37 anos é tarde para construir uma carreira sólida e o que me diz das instituições de ensino particulares do interior paulista que oferecem o curso (têm estrutura para uma boa formação)?
    Obrigada!
    Roberta

    Responder

  108. lethiele diz:

    oi mariana tudo bem? gostaria de tirar uma duvida, tenho problemas de coluna, aguardo cirurgia de artrodese, posso fazer o curso de terapia ocupacional?
    aguardo sua resposta, pois tenho só hoje para decidir obrigado. lethiele

    Responder

  109. simone diz:

    Mariana,aqui em Porto Velho R.O. o terapeuta ocupacinal ñ é conhecido,já me perguntaram que curso eu estava fazendo?Então eu falei T.O.ai a pessoa me respondeu Tratamento Odontologico,na hora fiquei muito triste ,mas agora estou tão apaixonadada pelo curso q nem ligo mais pelas piadinhas, como é o curso em Rondonia vamos esta divulgando na principal Avenida de Porto Velho,quano estou com a camisa do curso e as pessoas as pessoas tentam ler, as vezes quando percebo até ando mais devagar fico toda orgulhosa.

    Responder

  110. simone diz:

    Sou de Rondonia, estou fazendo o curso de T.O. o primeiro do estado,quando li seu depoimento fiquei ainda mais apaixonada pela profição.

    Responder

  111. Julia diz:

    Boa noite Mariana…
    estou com umas duvidas, espero que possa me ajuda!!
    esse e meu primeiro ano de vestibular e ainda nao sei oque fazer, pensei em fisoterapia mas fiz um texte vocacional e deu terapia ocupacional.. gostei do curso mas nao entendi ainda a diferença entre os dois curso? qual e?
    manda a resposta pro meu email. juliapflopes@yahoo.com
    obrigada!! e parabens!!

    Responder

  112. Thais De Mattei diz:

    Adorei a entrevista. Qual sua opinião sobre uma pessoa formada em Artes Visuais fazendo um pós em terapia ocupacional? Não me vejo dando aulas, mas sim em algo que ajude pessoas com preblemas de saúde mental, por exemplo. Estou tentando localizar um pós aqui no Rio Grande do Sul, mas ligo para as Universidades e parece que estou falando outro idioma.

    Responder

  113. Claudia Rezende diz:

    tenho um blog…. me visite quando puder. htpp://gostodascoisassimiplesdavida.blogspot.com/

    Responder

  114. Claudia Rezende diz:

    Olá Mariana,..que reconfortante ler o seu texto. Tbém vivo situação semelhante, sou psicóloga e trabalho dentro de uma filosofia de fazer com o que o sujeito consiga fazer melhor suas catarses através de atividades lúdicas, tenho feito um grupo de artesanatos recicláveis para mulheres. Mas tenho tido dificuldade, pois ela me avaliam como professora de artesanatos. Eu tô sempre reforçando..dizendo porque de cada atividade..mas é cruel…nao tem jeito… para elas lá vem a nossa querida professora de artesanatos.kkk.
    Bom ver o seu texto, agora terei mais argumentos , além dos que o tenho, para dizer a elas que as oficinas são terapêuticas.
    Abraços.
    Claudia.

    Responder

  115. Bruna diz:

    Adorei o seu blog Mariana , estava em duvida em que fazer meus professores perguntando o que eu vo fazer e não sabia . Estava em duvida entre Medicia e Terapia Ocupacional, sou fã da saúde meu sonho é trabalhar nessa area .O mais perto pra mim fazer é em São Carlos , se deus quizer eu vo passa .E você Mariana esta de parabéns pelo seu blog e pela sua careira .
    sucesso !

    Responder

  116. Olga diz:

    Mariana adorei sua a entrevista. Comecei a cursar fonoaudiologia agora na UFS no campus de Lagarto onde acabou de ser implantado o curso de terapia ocupacional. Vejo que muita gente não sabe realmente do que se trata, até mesmo eu não sabia,mas sua matéria me ajudou bastante. Acho que fonoaudiologia e terapia ocupacional tem muita coisa em comum e isso é bom.

    sucesso pra voce!

    Responder

  117. Junior Ferreira diz:

    Nossa, vou cursar Terapia Ocupacional no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro por causa de um vídeo que eu vi seu e agora acho o seu site, que legal. Apesar de só começar no meio do ano a graduação já ando comprando alguns livros de terapia ocupacional,mas então, onde eu poderia já achar algumas especializações em terapia ocupacional dentro do Estado do Rio de Janeiro?

    Responder

  118. Thaysse diz:

    Boa Tarde Mariana,

    Gostei muito da sua publicação, e assim como os comentários acima, vou ratificar que seu blog trouxe maior esclarecimento pra mim. Minha vontade sempre foi trabalhar com crianças portadoras de alguma deficiência. Estava querendo cursar psicologia, mas quando descobri a Terapia Ocupacional me encantei. Esse ano faço vestibular, se Deus quiser, mais uma TO. RS *-*

    Responder

  119. catia diz:

    Quero saber o que é terapia ocupacional numa linguagem + facil… Meu filho vai precisar desse profissional , gostaria de saber aonde ele pode ajudá-lo . catia

    Responder

  120. Rafa diz:

    Adorei a entrevista muito interessante!
    pena que onde eu moro nao tenha este curso, eu ja opitei por psicologa, não sei ao certo en que area me especializar!!!
    continue fazendo o seu trabalho maravilhoso!
    beeeijos

    Responder

  121. maiara diz:

    oiii mary euu adoreii ler sua entrevista oo seuu casoo é quase comparavel aoo meuu hj, minha vontade é fzer terapia mais ainda tenhooo muita duvidaa souu muitoo indesisa e agora o que faço?

    Responder

  122. Fernanda Vieira de Oliveira diz:

    Olá, sou formada em Pedagogia e gostaria de fazer uma pós em Terapia Ocupacional, pois atuo numa casa de recuperaçao de dependencia quimica e trabalho com as familias, mais gostaria de saber se a minha graduaçao me permite fazer esta pos?

    Responder

  123. Nokas diz:

    Olá, eu estou no secundário, e pondero seguir TO. Mas já procurei as medias para a licenciatura em portugal e não encontro em lado nenhum. Será que me pode ajudar?

    Responder

  124. diz:

    Olá Mariana!
    Estou interessada em fazer esse curso, eu moro em jundiaí qual é a melhor faculdade que tem aqui? Um bj Rô

    Responder

  125. jaqueline diz:

    Eu passei um tempo com uma T.o , foi paciente. Apesar de não ter gostado , hoje vejo que combina comigo . Passei tbm com psicologos, apesar de ter gostado , acho que seria complicado para mim, eu passia por uma enorme pressão emocional. Mais amo essa profissão, e vou firme , mesmo ter que desistir de outra paixão de infancia polional. Beijoooos s2

    Responder

  126. erika diz:

    Oi, eu tenho 16 anos e vou prestar vestibular para T.O ano que vem. Não quero ser indelicada, mas você poderia dizer quanto ganha em média um terapeuta ocupacional? Ficaria grata! :)

    Responder

  127. Cristina Campos diz:

    Dra Mariana, eu só tenho a lhe agradecer pela iniciativa de fortalecer a causa da Terapia Ocupacional ser inserida no plano de saúde. Precisamos muito, com essa inflação subindo insistentemente e os preços de tudo aumentando, esta muito difícil terminar a minha terapia.

    Responder

  128. Alexandra diz:

    Oii Mariana gostei muito da sua entrevista e gostaria de saber qual a diferença da terapia ocupacional da fsioterapia.
    Tenho vontade de fazer facudade de terapia ocupacional mas primeiro quero enteder mais sobre essa area. bjusssssss

    Responder

  129. Priscila diz:

    olá mariana, queria saber qual a area que contrata mais a profissão terapeuta ocupacional, e a remuneração pode chegar até quanto? obrigada

    Responder

  130. wanderson diz:

    queria saber se há concursos públicos para os terapeutas ocupacionais????// é dificil arranjar um emprego?

    Responder

  131. raquel diz:

    Ola mariana.
    Na verdade eu não tinha vontade de fazer facul, mas depois que entrei para o Conselho Tutelar e que passei trabalhar com psicólogo, assistente social entre outros, esse interece foi dispertado so que onde eu mora nao tenhuma perto,já mandei varios email para varias faculdades para que eles ofereçam esse curso que é muito intersante.abraços espero falar com novamente

    Responder

  132. Rogério Buchmann de Oliveira diz:

    Estamos organizando um grupo de terapeutas ocupacionais para compor uma chapa para eleições do CREFITO 12.

    Possivelmente o atual processo eleitoral sera anulado, daí teremos oportunidade de lançar uma chapa PARITÁRIA para concorrer a esse pleito.

    Podemos conversar sobre o assunto?

    Rogério Buchmann de Oliveira
    Terapeuta Ocupacional
    CREFITO 12/2633-to

    Responder

  133. Mariana diz:

    E se for pra pagaar um curso de Terapia Ocupacional é caro ?
    me interessou bastantee !

    Responder

  134. Letícia diz:

    Olaa , tdo beem ?

    Ireii cursaa o 3° anoo do ensino méedio.. e cmo vi mto por aqi estou indecisa do qeruu?!
    em um site de ajuda aos estudantees doqe escolher, fiz um teste e nos resultados deu qe me daria bem em Terapia Ocupacional, logo de cara naum sabia doqe se tratava .. sua entrevista me deixou bem clara doqe se trata sua profissão.. realmentee ainda indecisaaa , ou com um poqim de medo! QERIA SABE, SERA MSM A MINHA PROFISSÃO IDEAL ?

    Esta de parabens pela intrevista !
    Obrigada , smp estarei por aqi !
    BjO

    Responder

  135. Thais Fitas diz:

    olá, boa tarde!
    Achei maravilhoso tudo que li. Faço Faculdade de T.O estou no 2°ano e cada dia que passa me sinto mais realizada. Eu posso dizer com toda certeza que AMO MUITO o que eu faço.e sem sombra de duvidas é uma profissão maravilhosa.
    beeijos

    Responder

  136. Thaissa Cristina diz:

    Oii, td bem ? Eu to cursando o ensino médio e tou pensando em fazer TO, mas não sabia exatamente oque era, voc mim ajudou mt a entender oque realmemte si faz nessa profissão. E realemente cheguei em uma conclusão é isso que eu quero fazer, OBRIGADA . voltarei smp aqi !

    Responder

  137. ana paula alves diz:

    Olá mariana adorei o blog,penso mto em fazer terapia ocupacional a mto tempo faco curso de enfermagem…mas sempre quiz mesmo fazer T.O e ainda farei,pq sempre admirei…É um sonho…meus parabéns pelas explicacoes me deixou ainda mais apaixonada pela profissao

    Responder

  138. Bruno Aguiar diz:

    olá mariana nesse momento estou na tensão da espera do listão do vestibular.me inscrevi em T.O é a primeira turma de terapia ocupacional da ufpa,espero ser seu colega de profissão ,parabéns pelo blog é muito esclarecedor.torce por mim bjs .

    Responder

  139. Ana Maria diz:

    Oi,Mariana,meu filho de 9 anos de idade é portador de Síndrome de asperger.Vc indica alguns livros ou sites q eu possa me informar melhor.Grata Ana Maria

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Ana Maria!

      Dê uma olhada no site da Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger (apsa.org.pt).

      Talvez você encontre algo lá.

      Boa sorte!

      Responder

    • Marsinlene Dueti Rezende Silva diz:

      Eu moro em Redenção-Pará, e tenho um filho com 21 anos e é aspie. Eu gostaria de saber como posso falar com a Ana Maria. Estamos conversando com pessoas com a SA e também eu e outra mães de filho com a SA, estamos trocando informações. No facebook há oTHOR que são aspies adultos que conversam sem ter ninguém para caçar confusão com ele. Com liberdade de expressão.Ana Maria!Bem vinda a turma da família aspie!

      Responder

      • Mariana Fulfaro diz:

        Olá, Marsinlene!

        Obrigada pelo comentário e, principalmente, por querer ajudar outras pessoas!

        A Ana Maria já recebeu esse comentário no e-mail dela automaticamente. Acredito que se ela tiver interesse, entrará em contato com você!

        Um grande abraço!

        Responder

  140. Isabelle Reis diz:

    Oi Mariana! Sou academica da Terapia Ocupacional da UNAMA – Pará,estou indo para o ultimo ano, e é isso mesmo que acontece, a maioria das pessoas desconhecem a nossa profissão, fazendo com que as vezes eu fique triste,mas sei q nossa profissão e mto linda.. e admiro ela cada vez mais! adorei seu blog…!! bjs Isabelle

    Responder

  141. Larissa Verdolini diz:

    Mariana você esta de parabéns de espor a profissão , porque assim que eu me formar também quero mostra mais para o pessoal um pouco da TO , porque muita gente acha um curso insignificante porque ninguém sabe oque esta por traz do “brincar” , e não sabe porque as TO não divulga , e você ta de parabéns pelo blog .

    Responder

  142. Larissa Verdolini diz:

    É muito bom ler sobre TO.Me da cada vez mais um intusiasmo , uma alegria , me sinto completa com essa profissão , estou cursando TO , não me arrependi nenhum minuto de ter escolhido essa profissão e não vejo a hora de poder exercitar! To muito feliz e aliviada por ter escolhido a profissão certa! Minha cara rsrs

    Responder

  143. Tatiane de Macedo diz:

    Olá Mariana Fulfaro….amei a entrevista, Parabéns…Estou no 1 ano de terapia ocupacional, e estou completamente apaixonada pela profissão, é sem dúvida uma profissão de doar-se ao próximo, buscando sempre o melhor dentro das possibilidades que cada um se necontra fica com Deus sucesso….

    Responder

  144. Thais diz:

    - ooooi ,
    aai eu acheei muito interresante esse trabalho desde
    o dia em que na minha sala foi um grupo do APAC , com
    dois presidiarios que faziam reabilitação e gosteei muito.
    Por eu gosto de ajudar as pessoas, de me interragir com eles, de poder realmente fazer algo de importante pra alguém . E essa profissão me passa isso .

    queroo muito fazeeeer Terapia Ocupacional .

    Responder

  145. Jéssica diz:

    Olá, tenho 17 anos, e estava pensando em fazer psicologia ou fisioterapia, mas muitas pessoas me desanimaram, falaram que o mercado está ruim, não está tendo emprego, e o salário não é bom. Então comessei a pesquisar mais, até que vi o curso de Terapia Ocupacional, achei muito interessante, e gostaria de saber, se é fácil achar emprego, se você teve dificudade para achar, e qual é o salário. Pois acho que o tempo de estudo e o dinheiro investido muito grande, por isso estou procurando algo que eu goste e que seja bem remunerado.
    Obrigada, espero sua resposta.

    Responder

  146. Bruna Marques diz:

    Mariana,eu estou com muitas dúvida em que curso fazer, pois tenho afinida com as ciências biológicas e com a humana, e fico em dúvida se faço psicologia ou fisioterapia, que são dois cursos que me interessei muito.Mas lendo o conceito de terapia ocupacional e na área em que essa profissão atua achei bem interessante.
    Qual conselho você me da?

    Responder

  147. Caroline diz:

    NOSSA MARIANA VC NÃO SABE O QUANTO VC ME AJUDOU..
    ESTOU A DOIS ANOS TENTANDO ENCONTRAR O CURSO Q MAIS TEM A MINHA CARA..E SEMPRE TIVE UMA AMOR ESCONDIDO PELA TERAPIA OCUPACIONAL…E AGORA COM ESSA ÓTIMA EXPLICAÇÃO…ESTOU DECIDIDA A FAZER ESTE BELISSIMO CURSO.
    MUITO OBRIGADA!!!

    QUE DEUS ABENÇOE SUA PROFISSÃO E CADA VEZ ELE LHE CAPACITE PARA FAZER O MELHOR PARA SEUS PACIENTES!!

    BJÃOO

    Responder

  148. geiza diz:

    Eu até a semana passada ainda nao sabia que o curso era a nível superior, foi quando minha filha de 17 anos me mostgrou a lista de cursows da UFPB, pois moro em joao pessoa e me chamou a atençao esse curso, pois é pouco concorrido e eu sempre tive vontade de fazer alguma faculdade na área de saúde, mas durante minha vida inteira, hoje tenho 39 anos houve muitos contratempos, mas sempre soube que faria melhor trabalho se fosse com pessoas, me formei em prof e trabalhei com criancas de 5 anos por muito tempo, e hoje sinto necessidade de fazer uma faculdade e a terapia ocupacional tem tudo a ver comigo e estou super entusiasmada com o curso, farei minha inscriacao para UFPB e se Deus quiser vou passar. Um grande abraço e parabéns pela profissional que vc é.

    Responder

  149. Paulo diz:

    Olá Mariana
    Gostei muito de como você explicou a profissão e principalmente do desfecho,quando você explicou sobre o jogo de dominó!
    bom,sou estudante do ensino medio,prestarei vestibular e tenho muita vontade de fazer T.O,mas tenho um pouco de medo por dizerem que os profissionais são muito mal pagos e que a profissão é pouco conhecida.Mas é possível ter uma boa remuneração na profissão?
    desde já agradeço
    abraços

    Responder

  150. Simone diz:

    Olá Mariana adoreii tudo que lii aquii, fico feliz por eu ser estudante de TERAPIA OCUPACIONAL, sou do maranhão..
    estudo na faculdade CEUMA.. Vou continuar visitando este site… Digo mais que a terapia ocupacional é uma profissão linda, pois o mais importante que alguém precisa somos nós dessa área que podemos dar a “FUNÇÃO”, a final a terapia ocupacional é REABILITAÇÃO ATRAVÉS DA ATIVIDADE HUMANA..
    beijoss

    Responder

  151. Jaqueline diz:

    Oi,tudo bem ?
    Boa tarde …
    Adorei muita sua entrevista..esta de parabens!
    eu tenho apenas 18 anos e estou pensando seriamente oque vou fazer de faculdade.Trabalho 3 anos em um posto de saúde,mas como auxiliar administrativo.Mas fiquei uns 5 meses na sala de enfermagem.E adorei muito,trabalhar com paciente..Mas estou muito confusa,pois ja opitei Enfermagem e Raidiologista,mas eu gosto de trabalhar fisico e psicológico da pessoa..estou em dúvida,pois andei conversando com a terapeuta aqui do serviço e ela falou para eu aprofundar nas pesquisas de terapia ocupacional.Bom é isso..um grande abraço!! Beijos …

    Responder

  152. Patricia de Moraes Novaes diz:

    tenho dois anos de terapia ocupacional nos estados unidos
    gostaria de saber como posso aproveitar os meu creditos para me formar t.o.
    preciso de ajuda

    Responder

    • Richard.Melo diz:

      Estou procurando uma amiga de Sao Paulo – Interlagos com o mesmo nome que estudou aqui em Maryland no Montgomery College em Maryand, se nao for voce me desculpe.

      Richard Melo, Maryland – USA

      Responder

  153. Jeniffer do Carmo Oliveira diz:

    Gostei muito da entrevista, eu acabei de passar na UFES em terapia ocupacional e na realidade eu tentei sem esperança de passar. Foi na seleção de inverno e só tinha este curso na faculdade da capital, onde moro. Mas já vi que vai ser ótimo o curso. Só gostaria de saber de vc como ta o mercado de trabalho, pois eu me apaixonei pela profissão mas não queria ficar parada. Obrigada!

    Responder

  154. Adriana Guimaraes diz:

    Oi Mariana, tudo bem?

    Achei muito interessante conhecer melhor sobre a profissão do Terapeuta Ocupacional.

    Eu sou estudante de Fisioterapia e queria saber se há algum fisioterapeuta também formado em Terapia Ocupacional. Você acha que seria interessante (se vale a pena) cursar também T.O. junto com fisioterapia?

    Não sei se um complementaria o outro. O que você acha?

    Obrigada!!

    Responder

  155. Luiza diz:

    Olá Mariana ,gostei muito da entrevista é bem esclarescedora estou passando por uma fase de indecisão,me interessei bastante por esta área ,mas ainda tenho receios de pensar que pode ñ ser isso que quero,mas de coração diga pra mim como foi quando vc teve certeza de que era isso que queria,é muito difícil arrumar emprego sem experiência ,só com a graduação mesmo?Obgda. desde já.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Lívia!

      Para mim essa certeza foi surgindo a medida que fui aprendendo mais sobre a profissão e participando de estágios.

      As vagas para terapeutas ocupacionais estão aumentando, mas como em qualquer outra profissão, independente de ser da área da saúde, continuar estudando é fundamental para crescer na carreira.

      Responder

  156. claudia hanum sardinha diz:

    Boa tarde Mariana
    Após algumas pesquisas, deparei com seu site, e encantei com tantas informações, que muita vezes nos falta criatividade em explanar quem somos, o que fazemos, e por aí a fora.Informações estas vindo em boa hora… Estou sendo tranferida de setor e me enriqueceu em dados para tais explicações.(nunca tiveram uma TO neste setor)
    Na Verdade estou eu aqui pedindo ajuda, pois à mais de dez anos trabalhando com saúde mental (dependência química) infanto juvenil, e por opção pessoal estou enfrentando o desafio da geriatria. Tem materiais que possa me repassar que me seja útil nestes atendimentos???
    Att
    CLAUDIA HANUM SARDINHA
    Terapeuta Ocupacional- SMS de Goiás

    Responder

  157. Adriana Lima diz:

    OLÁ MARIANA QUE SITE MARAVILHOSO ! SOU PEDAGOGA E FAÇO PÓS EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA MAS JÁ ESTOU PENSANDO EM FAZER TERAPIA OCUPACIONAL. POEÉM O CURSO É CARO PARA MINHA SITUAÇÃO E POUQUISSIMAS FACULDADE AQUI NO ABC TEM ESSE CURSO OU MELHOR APENAS UMA A MAIS PRÓXIMA FICA EM SANTANA E UMA FEDERAL FICA PRATICAMENTE IMPOSSIVEL PARA MIM. MAS ESSE SEU BLOG É DE UMA EXTREMA DELICADEZA E BOM GOSTO. FICO FELIZ DE SABER QUE EXISTEM PESSOAS COMO VOCÊ.MUITOS BEIJOS E SUCESSO.

    Responder

  158. Thais Alencar diz:

    Oi Mariana…

    Estou no 3º ano do ensino médio e passando por “AQUELA” fase de fazer minha escolha profissonal.Estou me formando no final do semestre em técnica em Hospitalidade.Eu adoro a hotelaria mas não me vejo nessa profissão daqui 10 ou 15 anos.Conheci a TO quando fui fazer uma visita na Universidade de Sorocaba(UNISO)e adorei o curso,o problema é q estou muito insegura,os meus amigos me dissem que não é uma boa profissão e que não é pra mim.Só que eu adoro ajudar as pessoas,parece que eu tenho uma necessidade em relação a isso,em ajudar.
    Me ajude por favor!!

    Beijoo Thais

    Responder

  159. CARLOS GARCIA diz:

    PRECISO DE UMA AJUDA, DE AMA ORIENTAÇÃO:
    EM +/- JUNHO DE 2009 MINHA EX-EXPOSA (SEPAMOS EM OUT. 2009), COLOCOU NOSSO FILHO, O MENOR DE 5 ANOS NA TERAPIA, COM A ALEGAÇÃO DE TER SIDO ORIENTADA PELA ESCOLA.
    PASSÁVAMOS POR UMA FASE MUITO CONTUBARDA EM NOSA RELAÇÃO, E LOGO A MESMA TERAPEUTA PASSOU A ATENDER MEU FILHO, MINHA EX E EU TB EM SESSÕES SEPARADAS. FUI ALTAMENTE CRITICADO POR DIVERÇAS PESSOAS, DE QUE ESTE TRATAMENTO NÃO PODERIA SER FEITO PELO MESMO PROFISSIONAL.
    É VERDADE?
    O QUE DEVO FAZER?
    QUAIS AS MEDIDAS LEGAIS SE FOR O CASO ?

    Responder

  160. Anna Milena diz:

    Mariana, parabéns pelo seu blog, também sou Terapeuta Ocupacional e fico muito feliz em ver essa divulgação tão bem elaborada, precisamos de mais profissionais engajados como você!

    Responder

  161. cintia diz:

    eu keria fazer outra pergunta….
    para fazer o curso de terapia ocupacional é preciso ser formado em medicina???

    Responder

  162. cintia diz:

    Oiii Mariana, adorei a entrevista…
    eu vou começar a faculdade de terapia ocupacional, foi amor a 1° vista tbm rsrs, mais eu kero trabalhar mais na area com crianças…. pq conheço uma terapeuta que trabalha com crianças e axei muito interessante… e eu amo crianças…
    eu keria fazer uma pergunta, quq tipo de pos-graduação se faz na terapia ocupacional????

    Responder

  163. Juliette Zamorim diz:

    Olá Mariana, gostei muito da entrevista principalmente que me identifiquei pois não conhecia o curso e queria um curso da saúde. escolhi pelo nome mesmo.
    Eu sou aula na Universidade da Amazônia,UNAMA, sou da primeira turma o curso existe a 3 anos, somos a turma mais feliz pois vamos ser TERAPEUTAS OCUPACIONAIS IREMOS AJUDAR TODOS QUE PRECISAM E SEREMOS PROFISSIONAIS CAPACITADOS.

    Responder

  164. anderson antonio rodrigues diz:

    ola mariana parabens pela entrevista otima estou 1 semestre de to estou adorando mais minha sala so tem 2 homens pq a procura pelo curso e mais feminino e pra os homens tem bastante emprego ou eles dao mais valores para mulheres grande abraço..

    Responder

  165. Camila diz:

    olá Mariana!
    acabei de passar no vestibular.. e meu curso é Terapia ocupacional! Já havia gostado muito da profissão e lendo sua entrevista confesso que me fez gostar ainda mais, muito esclarecedora! fiquei sabendo do blog pela minha mãe.. que até postou um comentário sobre a entrevista também.. ela esta muito orgulhosa assim como eu pela profissão que escolhi!

    Parabéns pelo blog! muito bom!

    Responder

  166. Mônica diz:

    Oi Mariana, adorei este esclarecimento que você fez, ao contrario dos outros sou mãe de uma futura terapeuta ocupacional e esta sua entrevista me deixou bastante orgulhosa pela profissão que a minha filha escolheu.Avisarei a ela desse site adorei!

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Mônica!

      Acho que é a primeira mãe de terapeuta que visita a gente. Agora eu é que estou orgulhosa!
      Fale com a sua filha, sim. Tenho certeza absoluta que ela ficará muito feliz quando você disser que sabe o que é terapia ocupacional e o que o profissional faz!

      Um grande abraço!

      Responder

  167. Carla diz:

    Olá Mariana! Conheço seu empenho por intermédio de uma amiga em comum, a Malu!
    Adorei o site, confesso que mesmo sendo profissional da área da saúde, conhecendo, ainda que pouco, o trabalho de vocês, fiquei emocionada com o comentário do jogo de dominó!

    Sou “quase” nutricionista, rs, já que me formo em junho, e sei que para atuar na área da saúde necessitamos de mais que um diploma, precisamos de amor, carinho e principalmente respeitar o próximo.

    Parabéns pelo trabalho!

    Forte abraço,

    Carla

    Responder

  168. Thomas Virgílio diz:

    Obrigado Mariana, por tirar nossas dúvidas.
    queria muito saber sobre a terapia ocupacional, vou prestar vestibular esse ano, e estou um pouco indeciso, penso muito em fazer biomedicina, mais cada vez q vou estudar sobre os cursos, aparece sempre um que me chama atenção!

    Responder

  169. Liliam diz:

    Nossa!

    Simplesmente me apaixonei pela profissão eu pensava em fazer Fisioterapia mais depois de ter lido a sua entrevista resolvi fazer T.O.

    Parabéns pela profissão

    e muito obrigado pela ajuda rs’

    Responder

  170. Léia diz:

    Olá Mariana,
    Fiz a última etapa do PAS UnB e me escrevi em Terapia Ocupacional,me apaixonei pelo curso porque é uma profissão muito bonita,porque podemos ajudar a melhorar a vida das pessoas.
    Estou muito anciosa para saber meu resultado,se eu estiver passado vou ficar muito feliz.Sempre procuro profissionais de terapia e quando vi sua entrevista gostei muito.
    Agora uma outra pergunta:Que matérias estudamos neste curso no primeiro semeste,tem matemática,física?rsrs,não gosto muito de estudar exatas…
    Desde já obrigada!

    Responder

  171. Ludmilla Matos diz:

    Querida, brevemente estarei prestando vestibular .. e me encanteei com a ‘terapia ocupacional’ gostaria de saber mais coisas, como o mercado de trabalho, o salário médio !
    Um abraço !

    Responder

  172. Aline Santos diz:

    Olá sou acadêmica do segundo semestre de Terapia Ocupacional e acredito na importância de tudo o que foi relatado acima (a entrevista) e confesso sou a apaixonada pela profissão,pela relevância que esta assume no que diz respeito a manutenção do qualidade de vida e do bem-estar biopsicossocial da sociedade.
    Um abraço e parabéns pela entrevista.

    Responder

  173. luciane diz:

    Ólá,Mariana eu pretendo fazer terapia ocupacional este ano,estava pesquizando e encontrei vc!só aumentou a minha vontade.valeu!

    Responder

      • Mariana Alves diz:

        Olá Mariana tudo bem adorei sua entrevista quanto mais leio sobre essa profissão mais me empolgo em dar vontade de fazer. Passei no vestibular para Terapia Ocupacional e assim todos pensam q T.O é uma mistura de Piscologia com Fisioterapia!Me apaixonei muito pela a profissão quando li sobre ela também descobri ela lendo o guia do estudando e assim quando mais lia sobre ela mais vontade me dá de fazer.. Bom eu penso em trabalhar com T.O infantil e geralmente esse trabalho é encontrado onde?

        Responder

  174. Vanusa diz:

    oi Mariana,
    É a primeira vez que entro neste blog. Gostei muito!!!!
    O ano que vem estarei fazendo este curso. Eu estava como vc, nao sabia direito que vocaçao seguir (apesar que sou professora), mas ainda faltava algo na minha vocaçao, e acabei de descobrir…Já pesquisei muito sobre a TO, e estou ansiosa por começar o curso. Ele tem tudo a ver com o ministerio que tenho na igreja, e tenho certeza de que este sonho tb é sonho de Deus pra minha vida e de muitas pessoas que poderei estar ajudando… Beijo, Deus lhe abençoe muito Se quiser pode me enviar e-mails.

    Responder

  175. Alessandra diz:

    Olá Mariana!

    sou estudante de T.O e estou no oitavo periodo aqui na UFMG; descobri seu blog só agora, mas gostaria de parabenizá-la pela iniciativa!

    Abraços!

    Responder

  176. Rita de Cássia diz:

    Excentes colocações. Também atuo em psiquiatria há 12 anos e até hoje preciso alencar nossa bandeira e mostrar os beneficios do nosso trabalho tamanha dificuldade de compreensão de quem nunca fez To. TO para todos!
    bjs

    Responder

  177. Lívia lisboa diz:

    Oi mariana muito boa entrevista, eu particularmente, estou em busca do que fazer em saúde desde que mudei de profissão.SOu formada em design de interiores,mas sempre quis trabalhar em saúde.Bom, a minha pergunta pra ti é até que ponto você, o fisioterapeuta e o fonoaudiólogo podem interferir.É uma profissão muito confundida com fisio.Fiz um semestre de fono mas agora estou lendo sobre TO e estou gostando muito.Me ajude a decidir enquanto estou para ter neném, decidi trancar meu curso pra decidir melhor.bj

    Responder

  178. Lilian Costa Schüler diz:

    Mariana:
    Nós reabilitamos as pessoas para as atividades que elas deixaram de fazer devido a algum problema. Esse “problema” pode vir de diversos motivos, como físicos e sociais (ex-presidiários, moradores de rua)
    Como psicóloga e psicodramatista, foi essa clientela da linha acima q me interessou.
    Será q vc poderia me dar mais detalhes qto ao trabalho do terapeuta ocupacional nesses casos?
    Desde já agradeço!
    Lilian

    Responder

  179. luziane diz:

    estou pretendo fazer esse curso,e gostei muito de seus esclarecimentos,tirei algumas dúvidas,obrigada.

    Responder

  180. Bárbara C Mota diz:

    Ah n tem problema quanto ao e-mail!

    Quem qser fazer contato:

    barbaracarollini@hotmail.com

    Responder

  181. Bárbara C Mota diz:

    Sempre é ótimo saber que entre nós(terapeutas ocupacionais) existem alguns preocupados em fazer esse tipo de esclarecimento de forma direta. clara e sincera!

    Matéria muito eloqüente!
    Parabéns!!

    Ganhou 1 visitante assídua agora! rsrs Prazer!!

    Responder

  182. Katherine Kardos diz:

    Mariana, não sabia sobre o essa postagem no seu blog.Espero que a entrevista esclareça a duvida de muitos.
    Mais uma vez obrigada por ter me ajudado.
    Beijos Kath

    Responder

  183. Aline diz:

    Belo espaço para mostrar a nossa profissão…mas confesso que tem horas que cansa explicar toda vez a mesma coisa!

    Parabens e sucesso sempre…
    Aline, aprimoranda PUC

    Responder

  184. Miwa diz:

    Olá Mariana!
    Meus parabéns pela maravilhosa entrevista!
    Bom,sou estudante do terceiro ano do ensino médio, e como muitos ainda estou indecisa sobre o que prestar no final do ano. Uma das minhas opções é a Terapia Ocupacional, e mesmo encontrando diversas informações e definições sobre o assunto, ainda são muitas as dúvidas e medos…
    Por isso tenho a seguinte pergunta: o profissional de TO também trabalha com a inclusão das pessoas deficientes fisicas (visuais, auditivas, etc), ou apenas com os pacientes que apresentam deficiencia mental, comportamental e motora, etc ??
    Desde já agradeço,
    beijos.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Miwa!
      Tudo bem?

      A Terapia Ocupacional trabalha sim com a inclusão de pessoas com deficiências físicas.

      Contudo, ao invés de pensarmos na deficiência, talvez seja mais fácil pensarmos que a Terapia Ocupacional trabalha com todas as pessoas que por algum motivo estão excluídas da sociedade.

      Abraço!

      Responder

  185. Camila Tardelli diz:

    Maravilhosa a entrevista, querida. Muito bonito esse seu carinho todo, esse seu jeitinho bonito de cuidar das pessoas, de explicar as coisas…

    Um beijo

    Responder

  186. Nataly diz:

    Oláa pessoal.
    Pois é a nossa profissão é tão importante, mas infelizmente pouco conhecida.
    Sempre que posso procuro levar informação para as pessoas sobre a terapia ocupacional, o que é, o que fazemos, e o quanto de benefícios ela proporciona.
    Sou estudante da Unifesp.

    Um grande beijo, e adorei a entrevista!!

    Responder

  187. Mariana Yoshizato diz:

    Olá, Mariana!!!!
    Maravilhosa entrevista!Sou aluna de Terapia Ocupacional, estou no último ano, e sempre me perguntam o que é TO!Já me acostumei a sempre explicar a nossa profissão rs! Nunca tinha passado aqui, e adorei tudo o que li – muito esclarecedor e interessante. Com certeza estarei marcando presença aqui sempre.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Mariana!

      Que bom que você gostou do blog e da entrevista!
      Acredito que devemos sempre falar e discutir sobre a terapia ocupacional, só assim ela será conhecida por todos.

      Responder

  188. Silvano Vilela diz:

    No hospital que eu trabalho tinha um terapeuta ocupacional, os colegas de trabalho gostavam muito dele, mas alguns fisioterapeutas criaram uma artilharia contra ele, e preferiu ir embora. Ótimo profissional.

    Responder

    • Mariana Fulfaro diz:

      Olá, Silvano!

      Infelizmente, nem todos os profissionais sabem trabalhar em equipe… Não percebem que quem sai perdendo é o paciente – o principal interessado e beneficiado com os nossos trabalhos.

      Responder

  189. Edel diz:

    Bela entrevista, Mariana. Eu lembro que perguntei mais de uma vez para você o que era terapia ocupacional e você teve paciência de explicar todas as vezes.

    Seu blog está muito bom.

    Responder

Deixe uma resposta